Tour pelos estádios da Copa do Mundo

Já imaginou fazer um tour pelos estádios da Copa do Mundo sem sair de casa? Desde a última quinta-feira isso é possível. O Google lançou novas imagens no Google Maps (Street View) onde o torcedor poderá percorrer cada um dos estádios que sediarão os jogos da Copa (Arena da Amazônia, Arena da Baixada, Arena das Dunas, Arena Fonte Nova, Arena Pantanal, Arena Pernambuco, Arena São Paulo, Beira-Rio, Castelão, Estádio Nacional Mané Garrincha, Maracanã e Mineirão).

As fotos proporcionam uma visão 360° dos estádios e permitem percorrer os gramados, além de passear pelas arquibancadas. Como a Samanta e eu temos o projeto do Tour dos Estádios, essa é uma novidade que nos interessou bastante e corremos para conferir o funcionamento de tudo. É ótimo observar as mudanças pela qual cada estádio passou (mesmo não conhecendo todos ao vivo) e como o resultado final das obras ficou muito bonito. Impossível não imaginar como será a partir do dia 12, com a torcida lotando cada cadeira de arquibancada.

A obra que mais surpreendeu foi a da Arena Pantanal (que é o antigo Estádio José Fragelli). A construção original é de 1975 e o novo estádio comportará 43 mil pessoas. É o que tem as arquibancadas mais diferentes com o que estamos acostumados a ver no Brasil. Lembra bastante alguns estádios ingleses de médio porte, completamente aconchegantes.

Arena Pantanal
Arena Pantanal

O Google também incluiu outra galeria de imagens inspirada na Copa do Mundo. Mas dessa vez saem os estádios e entram as ruas! Desde a década de 70 existe a tradição de decorá-las nessa época do ano, principalmente nos subúrbios das cidades, e com essa galeria podemos ver como as ruas de outros locais estão preparadas para a festa. Além disso, os próprios usuários podem contribuir com imagens através do Photo Sphere – disponível também para celulares com Android.

Rua Pereira Nunes - Tijuca - Rio de Janeiro/RJ
Rua Pereira Nunes – Tijuca – Rio de Janeiro/RJ

Aqui no Rio, por exemplo, as ruas disponíveis até o momento são a Tavares Bastos (que fica no bairro do Catete e aparece diversas vezes), Corrêa Dutra (na altura da Praia do Flamengo), Pedro Américo (também no Catete) e Pereira Nunes (Tijuca).

Em todas as ruas há uma breve descrição, falando alguma curiosidade do local. No caso da Antonio Cinatti, localizada em São Paulo (a cidade com o maior número de imagens) descobrimos que as pinturas da rua foram projetadas por um conhecido grafiteiro da região, chamado Hope.

Lembro de quando era pequeno, na Copa de 1990, da minha rua ser fechada para que os moradores a pintassem. Bem na frente do meu prédio foi pintado o Ciao, mascote daquela edição do Mundial. Pena que nas Copas seguintes a tradição não foi mantida e não pude participar desse momento, mas sempre gosto de ver as ruas que são decoradas ao redor do Rio.

#VemPraRua #VaiTerCopaSim
#VemPraRua #VaiTerCopaSim

Confira o vídeo do Google com alguns breves depoimentos de pessoas que ajudaram a pintar as ruas:

E você, já ajudou a pintar a rua onde mora? Colocou bandeirinhas nos postes ou apenas estendeu a do Brasil na janela de casa? Digam o que quiser, mas durante a Copa o espírito fica diferente e todos ficam ansiosos em ouvir o hino e o Galvão narrando os jogos. (ou quase)

Comentários

Comentários

Escrito por Rodrigo Rebelo

Carioca, marido, pai, boleiro e, sempre que possível, presente nos tatames de jiu-jitsu. Além de marketar há alguns anos, também lavo, passo, mas não cozinho - prefiro evitar que a cozinha exploda. Apaixonado e dedicado em sempre arrancar um sorriso daqueles que amo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *