Toddynho em garrafa: um sonho realizado!

Toddynho em garrafa post 01Existem alguns sabores e costumes da infância que são marcantes e simplesmente não conseguimos abandoná-los. Começar o dia com um Toddynho é um deles. E agora que eu soube do lançamento do Toddynho em garrafa, vocês não fazem ideia da minha felicidade.

Chega a ser meio ridículo quando vou na padaria com o Vinícius e compro dois Toddynhos (aquele de caixinha). Já ouvi algumas vezes “Ele vai beber dois?”. E a resposta é sempre, sem pestanejar “Não, um é meu mesmo”. Engraçado como algumas pessoas acham que isso é “coisa de criança”. Sinceramente, só posso lamentar por elas. Não sabem o que estão perdendo.

A coisa que mais me incomodava no Toddynho em caixinha era a quantidade. 200ml é muito pouco e eu beberia dois tranquilamente. Às vezes até faço isso, mesmo que em algumas ocasiões me sinta satisfeito antes de acabar a segunda caixinha. Por isso achei o Toddynho em garrafa perfeito. 270ml é o ideal para beber junto com os tradicionais dois pães que como no café da manhã.

Outra vantagem que vejo é que ele não é uma bebida que me deixa com aquele sensação de empanturrado. Minha rotina na parte da manhã é a de levar o Vinícius para a escola e depois ir para o jiu-jitsu, malhar ou correr na praia (pretendo incluir a natação em breve). Somente depois disso começo a trabalhar. E se consumisse algum alimento que me deixasse “cheio” logo cedo, poderia me sentir mal ou não render da forma desejada em algum dos treinos.

Quem também certamente vai gostar da novidade é o Vini. Ele costuma levar sucos para a escola, mas de manhã, antes de sair de casa, sempre bebe um chocolate e come um sanduíche (com queijo, torrado e cortado em três partes – ouço isso todos os dias e sempre ficou todo bobo com ele falando). Com o Toddynho em garrafa, ele vai sair mais alimentado e poderá optar por uma fruta na hora do lanche na escola, sem correr o risco de sentir muita fome antes de chegar em casa e almoçar.

Toddynho em garrafa post 02

Segundo a PepsiCo, São Paulo será o primeiro estado a receber o lançamento e a partir de abril, os sabores Tradicional e Light estarão disponíveis em todo o país. Mas uma coisa é certa: não vejo a hora de chegar logo ao mercado carioca e poder beber todos os dias! \o/

Comentários

Comentários

Escrito por Rodrigo Rebelo

Carioca, marido, pai, boleiro e, sempre que possível, presente nos tatames de jiu-jitsu. Além de marketar há alguns anos, também lavo, passo, mas não cozinho - prefiro evitar que a cozinha exploda. Apaixonado e dedicado em sempre arrancar um sorriso daqueles que amo.