Caixa Filosofal: Quanto mais quente melhor

Boas ideias foram feitas para ser aplaudidas e difundidas, não é mesmo? Então vamos lá!

Há alguns meses conheci a Caixa Filosofal (uma loja que, apesar do nome, nada tem a ver com a pedra filosofal daquele bruxo mirim que todos nos conhecemos tão bem) e achei os seus produtos fantásticos. A Caixa é uma empresa curitibana que nasceu em 2012 e tem como proposta oferecer quadros criativos e inspiradores com mensagens de grandes artistas e pensadores que carregam nas suas obras o lema da empresa: decorar com conteúdo. É gente como Paulo Leminski, Clarice Freire com o seu Pó de Lua, o meu amigo de tantos anos Pedro Gabriel – que o Brasil aprendeu a chamar de Antônio – e muitos outros. E essa proposta é seguida à risca e cumpre o seu papel muito bem!

Como essa é uma época em que as pessoas não param de reclamar que o calor tá de matar, a Caixa Filosofal resolveu fazer uma liquidação diferente das tradicionais do começo do ano e o resultado foi bem bacana! No site da Caixa há um termômetro que acompanha o cliente na lateral das telas. Esse termômetro é ligado ao Yahoo Tempo e mostra como está a temperatura de Curitiba naquele momento e é exatamente aí que está a grande sacada: o número da temperatura será o valor do desconto que o cliente terá na hora de finalizar a compra! Se na hora da compra a temperatura estiver em 31° o desconto é de 31% em todo o site. Além disso, se os termômetros chegarem a 40° ou mais, o cliente ainda ganha um outro quadro de presente. A pitada de bom humor fica por conta de temperaturas ainda mais altas: se passar dos 45° os sócios da empresa anunciaram que vão correr vestindo apenas tanguinhas em um dos parques mais conhecidos da cidade, o parque Barigui.

Caixa Filosofal post04

A Summer Sale da Caixa Filosofal termina hoje, 08 de fevereiro! Portanto vamos caprichar nas mandingas para transformar uma das cidades com clima mais ameno do Brasil numa filial do Rio de Janeiro na região sul!

Comentários

Comentários

Escrito por Rodrigo Rebelo

Carioca, marido, pai, boleiro e, sempre que possível, presente nos tatames de jiu-jitsu. Além de marketar há alguns anos, também lavo, passo, mas não cozinho - prefiro evitar que a cozinha exploda. Apaixonado e dedicado em sempre arrancar um sorriso daqueles que amo.